Correio Central
Voltar Notícia publicada em 09/01/2017

Em áudio no whatsapp, deputado chama governador de Rondônia de ‘pilantra’, ‘psicopata’ e diz que na ALE há deputados ‘safados’

Deputado fala a respeito da morte do ex-prefeito de Ministro Andreazza e faz graves acusações em áudio que circula nos grupos de whatsapp no interior do estado

A internet aceita tudo: seja verdade ou mentira, tudo se espalha com grande velocidade, e um áudio de três minutos e dois segundos com a voz do deputado estadual Hermínio Coelho (PSD), que está circulando pelos grupos de celulares entre a população rondoniense vem promovendo um estrago terrível na imagem do governador do Estado e atinge também o Poder Legislativo estadual, mais precisamente o presidente da Casa, deputado Maurão de Carvalho.  


No áudio, o deputado Hermínio, que já presidiu a ALE/RO faz comentários gravíssimos ao falar a respeito do assassinato do ex-prefeito do município de Ministro Andreazza, Neuri Carlos Persch (PTB), executado com vários tiros em seu município na noite do dia 4 de janeiro, três dias após deixar o cargo; ele insinua saber muito mais sobre a execução do ex-prefeito e de crimes de pistolagem no estado, e acusa os políticos do poder público estadual de serem coniventes com a situação. 


Num determinado trecho do áudio, o deputado diz que o ex-prefeito assassinado teria dito para as duas principais autoridades políticas do Estado que estava marcado para morrer, e que o delegado enviado para o município era ‘frouxo’ e não por isso ficou na cidade. “Acontece todos os dias e a gente tem denunciado. Andreazza a mais de um ano que eu venho denunciando na tribuna da Assembleia a pistolagem em Andreazza. Lá todo mundo sabe quem é que mata e todo mundo sabe quem vai morrer. Inclusive o próprio Neuri muitas vezes foi lá na Assembleia, falava lá ‘pro’ governador, falava ‘pro’ presidente da Assembleia que é o amigo dele, que é o Maurão que tava na lista pra morrer”. 
Na sequência da conversa, o deputado acusa e ofende o governador severamente. “É que nem eu te falei meu amigo: o problema é que nós vivemos num estado que não tem governo, nós temos um governador pilantra, safado, psicopata que você olha nele parece um santo ele. Mas aquilo ali meu amigo, só engana trouxa porque eu ele não engana. É do mal esse Confúcio Moura”.   


O deputado continua destilando o veneno no áudio dizendo que em Rondônia a bandidagem vive com proteção e diz que na região de Ariquemes há anos se mata gente todo dia e chega a dar uma alfinetada no novo prefeito, que é delegado de polícia e comandou a Delegacia Regional, e foi eleito com apoio do governador.  
Segundo Hermínio Coelho, esses criminosos, esses mandantes desses crimes, tem apoio desses políticos ‘safados’ de Rondônia. “É por isso que acontece isso em Andreazza e acontece isso no estado inteiro de Rondônia. As nossas autoridades não estão nem aí pra gente. Esse governo não tem compromisso com nada, principalmente com a segurança pública. Bandido vai mandar prender bandido?”, arremata o deputado.


No final do áudio, o deputado Hermínio diz que tem ‘uns’ deputados que é outro bando de safados que tem aí que são covardes e sabem quem mata, sabe quem manda e sabe quem vai morrer. 


 O curioso nessa situação, é que tanto o governo do Estado, como a Assembleia Legislativa, que têm um poder de comunicação muito forte, e o acesso à mídia compartilhada pelas agências não se manifestaram oficialmente, por enquanto, sobre as declarações do deputado, e a gravação continua se espalhando nos grupos de whatsapp, fazendo a alegria da oposição e levantando dúvidas na população menos esclarecida.


Não é a primeira vez que o deputado Hermínio ridiculariza o governo do PMDB, mas desta vez ele passou da conta e extrapolou a ponto de classificar o governador como um bandido, um pilantra, psicopata, safado e, de tabela, acusar ‘uns’ deputados de “bando de safados” sem apontar nomes. O áudio em questão desmoraliza com os dois poderes eletivos estaduais.
OUÇA O ÁUDIO QUE CIRCULA NOS GRUPOS DE WHATSAPP:

Fonte: http://www.correiocentral.com.br/