Correio Central
Voltar Notícia publicada em 07/04/2017

A hidroponia chega à Vila Agrícola do assentamento rural Margarida Alves, em Nova União

Beto foi chamado de doido por amigos ao investir 20 mil reais na estufa, mas hoje obtém lucro e espera ter de volta o investimento até o fim do ano.

Por Edmilson Rodrigues - A comprovação de que a produção de hortaliças com emprego das técnicas da hidroponia gera alta produtividade com verduras de qualidade superior, a horta permite colheitas ininterruptas independente das variações do tempo, e dá o retorno financeiro imediato e em curto prazo, levou um pequeno agricultor familiar, instalado em um Assentamento Rural de Nova União, a montar uma estufa no meio do ‘nada’, em uma vila agrícola onde predomina culturas tradicionais perenes. 

O agricultor Valdinei de Miranda, o “Beto”, de 38 anos, que reside com a mulher e quatro filhos em um pequeno lote de terras do Assentamento Rural Margarida Alves, no Km 30 da RO-470, no município de Nova União, é pioneiro no empreendimento da hidroponia em uma vila agrícola da região.

Há 1 ano e meio Beto decidiu montar uma estufa no fundo da sua casa, próximo a uma mata, e quando começou a instalar a tubulação e a estufa os amigos e vizinhos chegaram a comentar que ele estava ficando maluco porque o investimento inicial dele na horta foi de 20 mil reais. “Eles me chamaram de doido, mas depois viram a estrutura pronta e com produto de boa qualidade. Hoje, o dinheiro que eu investi está voltando pra o meu bolso”, comemora o agricultor familiar.

Beto estabilizou o controle de produção e entrega seus produtos para a prefeitura em Escolas de Nova União através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) sem agrotóxicos; ele também comercializa no mercado do produtor, e está obtendo renda suficiente para manutenção da sua família e recuperando o investimento. Ele planta alface pele sistema hidropônico, e complementa a produção com plantio de melancia, jiló, quiabo, pepino e milho esporadicamente.

O prefeito Luiz Gomes Furtado (PMDB), disse que os pequenos agricultores estão aprimorando a forma de produzir, e independente do tamanho da proprieddade estão se conscientizando que é necessário buscar o que existe de moderno a serviço da produção agrícola para otimizar a produção e obter retorno financeiro. "Nossos agricultores familiares que seguem as regras estão prosperando e apresentam produtos de qualidade e sem agreotóxicos, exigência para que eles possam fornecer hortifrutigranjeiros para as escolas do nosso município", destacou Luiz Gomes. 

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues